10 movimentos corporais a evitar numa entrevista

Hoje em dia os peritos em recrutamento de recursos humanos tem a capacidade de ler expressões corporais. Assim como treinar a sua dicção, aperfeiçoar os seus conhecimentos sobre a empresa a que esta a concorrer, ‘e importante também treinar os seus movimentos corporais.

A baixo estão 10 movimentos corporais a evitar numa entrevista de trabalho. 

Postura  

1 – Cuidado ao reclinar as costas para trás. Deve sempre manter uma postura neutra durante a entrevista. Reclinar as costas para trás sugere aborrecimento ou falta de interesse. As pessoas tipicamente inclinam-se para a frente durante uma conversa quando gostam de alguém, portanto recliná-las para trás pode assinalar exactamente o oposto.

2 – Não reclinar muito o corpo para a frente. Os peritos consideram que inclinar-se muito para a frente também pode ser problemático, podendo o entrevistador considerar que o candidato está a ser muito solícito ou que esta a invadir o espaço pessoal do entrevistador

3 – Postura neutra é o ideal. Parece muito simples, mas é espantoso saber quantas pessoas ignoram este aviso importante. Ficar em pé ou sentado de forma direita envia uma mensagem de autoconfiança, mas também faz as pessoas parecerem mais altas, o que é considerado, um pouco por todo o mundo, como um sinal de astúcia, confiança e credibilidade.

Siga aqui o Emprego Pelo Mundo no Facebook! mantemos todos os nossos utilizadores actualizados com muitas dicas para conseguir emprego e as melhores ofertas para o estrangeiro! 

Gesticulação 

4 – Gestos bruscos são de evitar. Gestos de braço como no karaté pode ser interpretado pelo entrevistador de forma agressiva. Apontar é muitas vezes visto como um gesto agressivo e em algumas culturas é considerado como extremamente rude. O ideal é evitar gestos com as mãos que sejam muito rápidos, repetidos ou agressivos.

5 – Uma postura fechada é um sinal negativo. Colocar as mãos nos bolsos, atrás das costas ou por os braços cruzados sobre o peito é um sinal de que o candidato está fechado, agressivo ou totalmente passivo. Deve sempre parecer aberto e amigável, o que significa que as suas mãos devem estar visíveis e prontas a gesticular naturalmente.

Tiques 

6 – Os tiques são comuns em situações de stress. Estes gestos não são propriamente um problema, pelo menos a maior parte das vezes. Pequenos tiques – como brincar com o cabelo, mexer nas unhas ou na pulseira e anel – só se tornam problemáticos quando começam a distrair o entrevistador.

   Linguagem facial 

7 – Com certeza que a linguagem corporal que pode ser mais prejudicial numa entrevista são os gestos faciais. Desde virar os olhos a olhar fixamente, a pestanejar muito, o segredo de uma entrevista de sucesso está nos olhos.

8 – Evitar olhares fixos. Não olhe fixamente. É importante parecer confiante e olhar para o entrevistador nos olhos, mas ficar a mirar de forma fixada durante um longo período de tempo pode ser interpretado como agressivo.

9 – Olhos nos olhos somente durante algum tempo. A próxima vez que sentir “um clique” deve manter o contacto visual por mais um pouco e depois afastar. Faça isto especialmente quando cumprimenta alguém, com um aperto de mão, ou conhece alguém pela primeira vez.

10 – Evitar contacto visual. Esta táctica é errada. Olhares esguios e assustadiços demonstram que o candidato é uma pessoa em quem não se pode confiar.

Dica: Gravar em vídeo, ou com o telemóvel, uma entrevista sua para saber como é que se comporta. Peça a um amigo para fazer de entrevistador e para fazer muitas e variadas perguntas, mas de uma forma séria. Veja a gravação e comece a corrigir os seus erros a partir daí.

 

 

 CRISTIANO NAMORA|EMPREGO PELO MUNDO

Deixar uma resposta