Novo visto americano facilita entrada no mercado

EPMjobs-Procura-o-emprego-que-amas

Quer começar um negócio nos EUA? Em breve será mais fácil mudar-se para este país com a finalidade de construir uma startup.

novo visto para empreendedores nos EUA

Muitos empreendedores têm o sonho de abrir um negócio nos Estados Unidos da América. Este país possui uma tradição empreendedora, que se traduz desde da maior facilidade para criar empresas até à valorização dos empreendedores que se arriscam a fazê-lo.

O presidente Barack Obama impulsionou a criação de um “visto de startups”, pelo qual empreendedores estrangeiros podem passar até 5 anos nos Estados Unidos, a construir negócios inovadores. 

“Os empreendedores imigrantes sempre fizeram contribuições excepcionais para a economia dos Estados Unidos, nas comunidades espalhadas pelo país. Os imigrantes ajudaram a começar nada menos que 1 em cada 4 pequenos negócios e startups tecnológicas pelos Estados Unidos, e a maioria das startups do Vale do Silício. Estudos sugerem que mais de 40% das companhias do ranking Fortune 500 foram fundadas por imigrantes ou filhos de imigrantes.” – Casa Branca

A sua criação já estava prevista em 2013, na emenda de leis imigratórias proposta por Obama, mas o Congresso chumbou-a. Desta vez, o presidente americano procurou outras formas de fazer a medida passar. Pois está em causa o potencial de competição e de inovação dos EUA.

Principais Critérios de Selecção

De acordo com o Serviço de Imigração e Cidadania dos Estados Unidos (USCIS).

O empreendedor seleccionado passa inicialmente até 2 anos nos EUA, com a possibilidade de renovar a sua estadia por mais 3 anos (fazendo um total máximo de 5 anos).

A renovação só é aceite se o negócio continuar a trazer benefícios à sociedade numa escala maior. Tem de existir o registo de investimentos, o comprovativo de receita, o crescimento da startup e a criação de novos empregos, por exemplo.

Para se poder inscrever, os empreendedores devem ter pelo menos 15% de participação societária na startup. Ter um papel activo e central na sua operação. Assim como devem demonstrar potencial para um rápido crescimento e a criação de postos de trabalho. 

Essa avaliação é feita, por exemplo, através da recepção de investimentos de pessoas qualificadas ou prémios recebidos por entidades públicas.

Após o período deste visto, terão de recorrer a outros tipos de visto para continuar a trabalhar e residir nos EUA.

∞EPM∞ RodapéBoaSorte

2 thoughts on “Novo visto americano facilita entrada no mercado

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *