Salário mínimo: Portugal muito longe da Irlanda

Há 21 países na Europa com salário mínimo e Portugal está a meio da tabela em valores

O primeiro-ministro tentou ontem arrumar a questão do aumento do salário mínimo – que voltou a centrar as atenções dos parceiros sociais – observando que subi-lo poderia trazer mais desemprego e dando o exemplo da Irlanda que fez exatamente o oposto, reduzindo o seu montante. Passos Coelho reconheceu que o patamar de valores praticado por cá e na Irlanda é diferente. E realmente é, mesmo com a redução entretanto operada.

Em Portugal o salário mínimo nacional está atualmente nos 485 euros mensais, mas como é pago 14 vezes por ano, o valor que é usado como referência nas comparações internacionais corresponde efetivamente a  565,63 euros/mês.

No conjunto dos 21 países europeus em que existe salário mínimo, Portugal surge a meio da tabela . Os 565,83 euros pagos aos trabalhadores portugueses que recebem esta remuneração mínima comparam bem com os 157 euros pagos na Roménia ou os 287 euros da Letónia, mas ficam bem longe dos 1462 euros que servem de referência na Irlanda.

Em 2010, a Irlanda decidiu impor o corte em um euro por hora no salário mínimo, que passou para 7,65 euros, mas mesmo assim continua a ser um dos países europeus que pratica valores mais altos, sendo apenas ultrapassado pelo Luxemburgo (1874 euros/mês), Bélgica (1502 euros) e pela Holanda (1469 euros).

Se quiser conhecer os valores praticados nos 21 países com SMN aceda ao mapa aqui .

Fonte: Dinheiro Vivo

One thought on “Salário mínimo: Portugal muito longe da Irlanda

Deixar uma resposta