CV: Secções com maior Importância do que Pensavas

Que secções possuis no teu currículo? Vamos adivinhar: “Experiência”, “Educação”, “Informações adicionais”, e talvez uma secção “Resumo”. É mais ou menos isto, certo? Bem, se o teu currículo não tem uma secção “Aptidões”, estás, seriamente, a perder uma oportunidade para mostrar as tuas habilidades. Na verdade, esta é a maneira mais simples de, através do CV, informares um recrutador que podes realizar a tua função, logo no primeiro dia.

O truque é, naturalmente, descobrir o que realmente deves incluir para ilustrar o profissional que és. Repara nestes conselhos, para conseguires transmitir no teu CV tudo aquilo que vales.

Businessman Wearing Cape --- Image by © Royalty-Free/Corbis

Passo 1: Rever a secção “Descrição do Trabalho”

O lugar mais óbvio para o recrutador encontrar as tuas habilidades vai ser na descrição do trabalho. Aproveita para apontar todas as tuas responsabilidades e tipos de trabalhos que fazias em cada uma das tuas experiências profissionais anteriores. Essa é a secção que demonstrará aquilo de que foste capaz nas várias empresas que te seleccionaram e dará mais informações para que o recrutador esteja mais certo de que tu és a pessoa indicada.

Passo 2: Fazer alguma pesquisa no LinkedIn

Coloca o título do emprego ao qual te estás a candidatar na zona de pesquisa do LinkedIn e dá uma vista de olhos noutros profissionais que estão a fazer o mesmo que tu. Vai às secções relacionadas com as “habilidades” dessas pessoas e verifica quais são as tendências no que está listado. Se vires certas aptidões várias vezes referidas, à partida também será bom incluíres no teu CV. Há certas palavras-chave que podem fazer a diferença.

Passo 3: Não fiques apenas pelas Habilidades

Agora que tens uma boa lista de habilidades, considera ires além disso. Na verdade, não tens que te limitar a apenas uma secção de “Competências”. Podes criar uma secção de “Competências e Projectos”, que descreva actividades freelancer que realizaste ou uma secção “Habilidades e Interesses”, que fale de alguns dos teus interesses profissionais relevantes. Podes até adicionar aqui cursos que frequentaste ou workshops.

Deverás ter 2-3 linhas de habilidades, idealmente divididas em subsecções, como “Competências técnicas”, “Cursos” e “Idiomas”, para manter tudo “arrumado”.

Fonte: The Muse.

2 thoughts on “CV: Secções com maior Importância do que Pensavas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *