Portugal: mais de 7 mil vagas para estudantes estrangeiros em 2015

As instituições de ensino superior portuguesas preparam-se para receber 7053 alunos internacionais no próximo ano lectivo, ao abrigo do Estatuto do Estudante Internacional. As vagas de acesso destinadas a alunos estrangeiros, que representarão cerca de 14% do total nacional, reforçam a aposta na internacionalização.

estatuto do estudante internacional_epm

O maior número de vagas destinadas a estudantes estrangeiros, em instituições públicas de ensino superior, concentra-se na Universidade de Lisboa (618 vagas), Instituto Politécnico do Porto (542), Universidade do Minho (512), Universidade de Coimbra (470), Universidade de Aveiro (405), Universidade do Porto (344) e Universidade Nova de Lisboa (327). No ensino politécnico, destacam-se os institutos de Coimbra (392 vagas), Bragança (319), Lisboa (290) e de Leiria (286).

As informações relativas aos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso para Estudantes Internacionais podem ser consultadas na página da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES). O novo Estatuto do Estudante Estrangeiro, publicado em março, surge como resposta às diversas solicitações das instituições de ensino, a fim de legalizar a situação do estudante internacional.

Propinas variam entre os 3 mil e os 12 mil euros  

O valor da propina internacional varia entre os 3 mil e os 12 mil euros, de acordo com a instituição de ensino e a área de formação pretendidas. A Universidade do Minho é a instituição que apresenta valores mais elevados, entre os 4 e os 12 mil euros, seguida de Lisboa, com propinas na ordem dos 7 mil euros e do politécnico do Porto, onde o valor está fixado entre 3 mil e  6 500 euros. Já na Universidade de Coimbra, Aveiro, Porto e Nova de Lisboa, a propina relativa ao estudante estrangeiro varia entre os 3 mil e os 8 500 euros.

Recorde que o estatuto que confere o aumento das vagas destinadas a estudantes internacionais, aprovado no início do ano, tem como objectivo  captar alunos estrangeiros para as licenciaturas e mestrados integrados de universidades e politécnicos portugueses, públicos e privados. A medida visa melhorar o estatuto internacional do ensino universitário português, constituindo um apoio financeiro às instituições, com os estudantes que vêm de fora a pagar propinas significativamente mais altas do que as praticadas nas referidas instituições.

One thought on “Portugal: mais de 7 mil vagas para estudantes estrangeiros em 2015

  1. Ola, sou já licenciado e cidadão estrangeiro, nacional e residente em Moçambique. Gostaria de saber mais sobre estas vagas e como adquirir uma destas bolsas

    Melhores comprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *