Sabe onde arranjar trabalho como freelancer?

O trabalho em regime freelance tem especificidades e regras a cumprir. Mas na era em que o trabalho à distância aumenta, e em que cada vez mais a economia acontece em ambiente digital, os freelancers têm já muitas plataformas sedimentadas no mercado que os ajudam a arranjar clientes. Portugal não é excepção e, a depender do tipo de trabalho, os freelancers portugueses ganham uma quantidade assinalável de projectos por essa via.

Pensa-se que, daqui a 5 anos, se possam gerar 2.7 triliões de dólares através de plataformas para freelancers. A contratação de pessoas neste regime fomenta a saúde das economias fora dos grandes centros, porque permite a mobilidade e a não desertificação do interior.

Há áreas muito mais vocacionadas para este tipo de trabalho, como escrita, tradução, tecnologia, design e web design, ensino, ilustração, fotografia, artesanato, turismo, marketing, entre outras.

Plataformas nacionais

Embora não existam muitas plataformas de origem nacional, a maioria dos grandes sites internacionais aplica-se. Mesmo no caso da língua portuguesa, há várias que pedem freelancers a escrever português (com a regra de Portugal).

Há cada vez mais iniciativas também portuguesas, como o caso da Workifyme, apresentada oficialmente no último Web Summit, e que conecta clientes e freelancers de forma instantânea através de inteligência artificial. A ideia de negócio passa por um cliente ou freelancer registar-se no site, preencher um formulário, disponibilizar ou requisitar um determinado serviço e plataforma assegura o cumprimento da proposta no prazo máximo de uma hora.

Alguns dos sites mais conhecidos de emprego em Portugal – Net-Empregos, Alerta Emprego, Sapo Emprego, Expresso Emprego, Carga de Trabalhos, etc. – têm também propostas para freelancers, pelo que devem ser também levados em conta.

Deixamos-lhe aqui exemplos de plataformas para explorar, criar um perfil pessoal e oferecer ou comprar serviços:

 

Em português:

 

Sites para criar um perfil pessoal:

  • Impress.ly: para agarrar as buscas de freelancer sobretudo via telemóvel, este site é útil. Permite criar um perfil ‘mobile friendly’ de uma forma muito simples e intuitiva;
  • About.me: pode criar uma página que agrega todos os seus perfis das redes profissionais e sociais. Tem foto, um pequeno resumo e possibilidade de colocar link para portfolio ou blogue;
  • Gravatar: se trabalha com blogues, esta pode ser uma boa ferramenta porque permite a sincronização com muitos dos sites que alojam blogues, como o WordPress;
  • Visualize.me: este site transforma o seu currículo numa infografia. Basta sincronizar o seu perfil de LinkedIn e depois personalizar a informação sobre o seu percurso académico e profissional.

 

Programação, Marketing e Design:

Línguas e escrita criativa:

Ensino (dar aulas/ ter aulas): 

One thought on “Sabe onde arranjar trabalho como freelancer?

  1. Ester Beatriz Ferreira Carvalho Aires 13 Março, 2019 at 20:25 - Reply

    Boa tarde
    Chamo me Beatriz
    Estou em franca desde de janeiro deste ano,
    Gostava de trabalhar,
    Mas está complicado arranjar, não sei a língua ,
    Pouco percebo ,.
    Será k me pode ajudar arranjar algo ?
    Moro em champinhy
    Eu em Portugal
    Trabalhar em limpezas casas em praticidade
    25 anos
    Agradeço a vossa atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *