Portugal – Banco de Portugal está a recrutar profissionais

EPMjobs-Procura-o-emprego-que-amas

Descrição

Fundado em 19 de novembro de 1846, o Banco de Portugal é o banco central da República Portuguesa.

 BdP-epmSão órgãos do Banco o Governador, o Conselho de Administração, o Conselho de Auditoria e o Conselho Consultivo. O Banco rege-se por um código de conduta.

 Com sede em Lisboa, o Banco de Portugal possui uma Filial no Porto, diversas agências no Continente e duas delegações regionais (Madeira e Açores).

 Integra o Sistema Europeu de Bancos Centrais (SEBC) – constituído pelo Banco Central Europeu (BCE) e pelos bancos centrais nacionais da União Europeia (UE).

 O Banco faz parte, desde o seu início, em 1 de janeiro de 1999, do Eurosistema – constituído pelo BCE e pelos bancos centrais nacionais participantes no euro.

Sede do Banco de Portugal em Lisboa

De momento o Banco de Portugal está à procura de profissionais para as seguintes áreas:

– Técnicos Superiores de Supervisão

– Técnicos Superiores Juristas

– Juristas Coordenadores

– Responsável para as atividades de Comunicação Institucional

– Técnico Superior para o Departamento de Contabilidade

Veja a descrição de cada uma em baixo

Técnicos Superiores de Supervisão
O Banco de Portugal pretende recrutar técnicos superiores para desempenhar funções de supervisão do sistema financeiro, a colocar no Departamento de Supervisão Prudencial.
Perfil Requerido
• Licenciatura em Economia, Finanças ou Gestão, Matemáticas, Informática, Estatística ou áreas do conhecimento conexas, com classificação final igual ou superior a 14 valores (condição preferencial);
• Pós-Graduação, Mestrado ou Doutoramento nas áreas de Finanças ou Gestão, Matemáticas, Informática, Estatística ou em áreas conexas (condição preferencial);
• Experiência profissional mínima de 3 anos no setor financeiro, designadamente em funções de gestão, de análise financeira, de análise e controlo de riscos, de planeamento e controlo de gestão, de auditoria interna ou externa, de serviços de consultoria relacionados;
• Bons conhecimentos de operações bancárias, gestão bancária, regulação financeira, normas contabilísticas aplicáveis às instituições de crédito; conhecimentos em modelos de avaliação de riscos, gestão de liquidez e de capital e processos de continuidade de negócio;
• Capacidade de iniciativa, planeamento e organização do trabalho;
• Facilidade de comunicação, de relacionamento interpessoal e capacidade para trabalhar em equipa;
• Elevado sentido de responsabilidade;
• Domínio da língua inglesa (oral e escrito);
• Conhecimentos de informática na ótica do utilizador, em Excel Avançado, SAS, SQL e outros sistemas de exploração de informação.
PROPORCIONAMOS
A possibilidade de trabalhar numa instituição de referência, que privilegia a realização e o desenvolvimento dos seus colaboradores.
Condições remunerativas compatíveis com a experiência e a responsabilidade da função a desempenhar.
CANDIDATURA
Se reúne as condições requeridas, poderá apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 22/05/2014 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e respetivo anexo.
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

Técnicos Superiores Juristas
O Banco de Portugal pretende recrutar técnicos superiores juristas para desempenhar funções no Departamento de Supervisão Prudencial.
Perfil Requerido
• Licenciatura em Direito, com classificação final igual ou superior a 14 valores (condição preferencial);
• Pós-Graduação ou Mestrado na área bancária, financeira ou da regulação (condição preferencial);
• Experiência profissional e/ou formação específica em áreas do Direito, designadamente direito comercial e societário, direito administrativo e modelos de governação;
• Conhecimentos das funções de Autoridade Nacional de Supervisão na vertente prudencial;
• Capacidade de iniciativa, planeamento e organização do trabalho;
• Facilidade de comunicação, de relacionamento interpessoal e capacidade para trabalhar em equipa;
• Elevado sentido de responsabilidade;
• Domínio da língua inglesa (oral e escrito).
PROPORCIONAMOS
A possibilidade de trabalhar numa instituição de referência, que privilegia a realização e o desenvolvimento dos seus colaboradores.
Condições remunerativas compatíveis com a experiência e a responsabilidade da função a desempenhar.
CANDIDATURA
Se reúne as condições requeridas, poderá apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 22/05/2014 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e respetivo anexo.
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

Juristas Coordenadores

O Banco de Portugal admite técnicos superiores para o exercício de funções de jurista coordenador no Departamento de Averiguação e Ação Sancionatória.

Principais responsabilidades inerentes à função:

• Coordenar uma equipa de juristas da Área de Ação Sancionatória;
• Instruir, acompanhar e apoiar a instrução de processos de contraordenação;
• Acompanhar as diligências em caso de denúncia ou suspeita de infração, bem como analisar e enquadrar juridicamente situações de eventual infração a normas reguladoras do sistema financeiro, propondo a promoção das diligências ou medidas adequadas;
• Elaborar estudos no domínio do direito contraordenacional e emitir pareceres sobre projetos de diplomas legais e regulamentares; participar, a nível nacional e internacional, em processos de produção ou alteração normativa.

Perfil Requerido

• Licenciatura pós-Bolonha, com mínimo de parte escolar de Mestrado concluída, ou Licenciatura pré-Bolonha, em Direito, com classificação final igual ou superior a 14 valores;
• Conhecimentos sólidos de Direito Contraordenacional, Penal e Processual Penal, bem como de Direito Bancário material e institucional (regulação e supervisão);
• Experiência profissional mínima de 2 anos na área do Direito Sancionatório material e processual;
• Experiência de gestão ou de coordenação de uma equipa de trabalho (condição preferencial);
• Conhecimentos de Informática na ótica do utilizador;
• Conhecimentos de Inglês, a nível oral e escrito;
• Capacidade de liderança e de gestão de equipas, facilidade de comunicação e de relacionamento interpessoal;
• Capacidade de organização, planeamento e de análise crítica.

PROPORCIONAMOS

A possibilidade de trabalhar numa instituição de referência, que privilegia a realização e o desenvolvimento dos seus colaboradores.
Condições remunerativas compatíveis com a experiência e a responsabilidade da função a desempenhar.

CANDIDATURA

Se reúne as condições requeridas, poderá apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 29/05/2014 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e respetivo anexo.
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

Técnico Superior para o Departamento de Contabilidade
O Banco de Portugal admite técnico superior para o desempenho de funções em políticas e normas contabilísticas, no Departamento de Contabilidade e Controlo.
Perfil Requerido
a) Licenciatura pós-Bolonha, com mínimo de parte escolar de mestrado concluída, ou licenciatura pré-Bolonha, em Contabilidade, Economia ou Gestão, preferencialmente com classificação final igual ou superior a 14 valores;
b) Experiência profissional relevante mínima de 3 anos;
c) Conhecimentos de sistemas normativos contabilístico-financeiros nacionais e internacionais e de fiscalidade;
d) Conhecimentos de contabilidade de gestão (orçamental e analítica);
e) Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
f) Conhecimentos em software de contabilidade e de exploração de informação de gestão, preferencialmente SAP;
g) Capacidade de trabalho em equipa, facilidade de comunicação e de relacionamento interpessoal;
h) Capacidade de organização, análise crítica e de atenção ao detalhe;
i) Postura de responsabilidade, capacidade de iniciativa e de adaptação à mudança;
j) Bom conhecimento de Inglês (oral e escrito).
PROPORCIONAMOS
A possibilidade de trabalhar numa instituição de referência, que atua em contexto internacional e que privilegia a realização e o desenvolvimento dos seus colaboradores.
Condições remunerativas compatíveis com o grau de experiência e nível de responsabilidade da função a desempenhar.
CANDIDATURA
Se reúne as condições referidas poderá apresentar a sua candidatura, até ao próximo dia 29/05/2014 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e respetivo anexo.
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

 

Responsável para as atividades de Comunicação Institucional
O Banco de Portugal admite colaborador para exercer funções de coordenação das atividades de comunicação institucional.
Principais responsabilidades inerentes à função:
As responsabilidades inerentes à função incluem: i) propor e desenvolver políticas, medidas organizativas e procedimentos; ii) coordenar a equipa responsável pela execução da política de comunicação e imagem do Banco de Portugal, nomeadamente de relações públicas, de relações com a comunicação social e de difusão de informação relevante relacionada com a missão, funções e atividades do Banco e do Sistema Europeu de Bancos Centrais/Eurosistema, incluindo a gestão dos canais WEB; iii) assegurar a articulação com as restantes áreas do Banco.
Perfil Requerido
a) Licenciatura pós-Bolonha, com mínimo de parte escolar de Mestrado concluída, ou Licenciatura pré-Bolonha, preferencialmente nas áreas de Comunicação, de Gestão ou Economia;
b) Pós-graduação ou outra formação de especialização na área da Comunicação (condição preferencial);
c) Experiência relevante nas áreas de jornalismo e/ou comunicação empresarial, em particular no setor financeiro;
d) Experiência comprovada em funções de gestão/coordenação de equipas;
e) Bom domínio de Português escrito e falado;
f) Bons conhecimentos de Inglês escrito e falado;
g) Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
h) Elevada capacidade de liderança, de planeamento e organização e facilidade de comunicação e de relacionamento interpessoal;
i) Elevada capacidade de análise crítica, iniciativa, autonomia, disponibilidade e sentido de responsabilidade.
METODOLOGIA DE SELEÇÃO
A seleção será efetuada mediante análise curricular, avaliação de competências de gestão/liderança e entrevista.
O perfil profissional dos candidatos será apreciado por um painel de seleção, que submeterá ao Conselho de Administração do Banco de Portugal uma proposta para decisão.
CANDIDATURA
As candidaturas podem ser apresentadas até ao próximo dia 22/05/2014 (inclusive), através do preenchimento da ficha de candidatura eletrónica e do respetivo anexo (são requeridos carta de motivação e curriculum vitae detalhado, além de outra informação relevante).
Em caso de dificuldade no preenchimento ou no envio da ficha de candidatura eletrónica, por favor contacte o Banco de Portugal pelo telefone +351 213 130 500 (disponível nos dias úteis entre as 8h30 e as 16h30).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *