Portugal entre os 30 mais prósperos do Mundo

saiba msaisPortugal é o vigésimo sétimo destino mais feliz do mundo segundo o Índice de Prosperidade Legatum, publicado a 2 de Novembro de 2015.

O Instituto Legatum, sedeado no Reino Unido e especializado no tema da prosperidade capitalista e democrática, realiza anualmente um extensivo estudo sobre os países do Mundo e os seus índices de prosperidade. Mas o que torna um povo feliz?, pode perguntar-se o leitor.

O Índice de Prosperidade Legatum (IPL) anual classifica 142 países em oito categorias: Economia, Empreendedorismo e Oportunidades; governança; educação; saúde; Segurança; Liberdade Pessoal; e capital social. Quanto mais cotar em cada uma destas categorias, mais próspero é o país. No relatório, o IPL revela a Indonésia como sendo o país que tem feito as melhorias mais radicais desde 2009, enquanto os países menos prósperos estão na África Sub-saariana. Pelo sétimo ano consecutivo, a Noruega é o país mais próspero do mundo.

A Noruega ocupa o lugar de topo devido à liberdade que oferece aos seus cidadãos, à qualidade do seu sistema de saúde e aos laços sociais entre seus povos. A Suíça está classificada com o número dois no Índice pelo terceiro ano consecutivo, enquanto a Dinamarca passou da quarta para a terceira posição em relação ao ano passado.

Portugal é o vigésimo sétimo destino mais próspero do mundo, mantendo a posição de 2014. O melhor sub-indicador da Nação Lusa é o da Liberdade Pessoal (classificado no lugar 16 entre 142 países), e o pior indicador  é, previsivelmente, o da Economia, ocupando o lugar 62 no globo.

PORTUGAL

A média de satisfação de vida em Portugal (i.e., a felicidade do povo), é de 5.1 valores em 10.

A Indonésia é o país com melhor desempenho ao longo dos últimos sete anos, subindo 21 lugares no ranking para o lugar 69 este ano. Outro forte desempenho cabe ao Ruanda, que subiu 17 lugares ocupa agora a posição 101.
No outro extremo da escala, os piores resultados foram para a Síria (desceu 23 lugares), Tunísia (menos 28 lugares) e Venezuela (menos 16 lugares).

Os países da África Central e Médio Oriente, ocupam, uma vez mais, os piores lugares do ranking, cabendo à República Centro-Africana a pior posição do Mundo e ao Afganistão a segunda pior classificação. 


TOP-10


Noruega

Se alguma vez viajou até aos fiordes noruegueses sabe o que aí vem! Viajando ao longo da costa da Noruega a paisagem varia de pitoresco ao mágico, imprimindo na sua memória momentos de cortar a respiração.

A Noruega é líder indiscutivel mundial da felicidade.

Fria e pouco soalheira, a terra dos Vikings faz chegar ao canto da Europa muito apreciadas iguarias. Mas a Noruega é muito mais do que paisagens, bacalhau e mitologia. Considerado o país  mais desenvolvido do mundo, é o ideal para se construir uma família, onde a igualdade de género se pratica desde muito velhos tempos. Chamam-lhe o destino perfeito para novos e velhos viverem felizes.

A Noruega é o país que apresenta menos pobreza e desigualdades sociais: 97 por cento da população pertence à classe média. A maior parte das cidades são calmas e tranquilas, até mesmo a capital, Oslo, onde abunda a vegetação e espaços para se movimentar livremente e em seguranca.

A Noruega, que se recusa a aderir à União Europeia é também o único país do hemisfério ocidental sem dívida externa.

Espreite o nosso Guia detalhado sobre a vida na Noruega.


2

Talvez seja o chocolate. Ou a sua reputação de neutralidade. Ou o quanto ele é conhecida por investir na saúde, educação e emprego de seu povo. Ou tudo isto, e mais. Seja qual for a razão, a Suíça é o segundo país mais próspero do mundo.

Esteja onde estiver na Suíça, seja na parte alemã, francesa, italiana ou rumantsch, a impressão que vai ter é a de que está a todo o momento dentro de um quadro, uma obra de arte, um conto de fadas.

As paisagens montanhosas, os lagos, os campos verdes, a vida selvagem, em ambientes naturais; e nas zonas urbanas os prédios antigos e históricos, e ao mesmo tempo uma modernidade discreta nas cidades, fazem da região Helvética uma dais mais apreciadas do mundo, quer para se visitar, quer para se viver.

Considerado o pais mais limpo do mundo, a Suíça gasta milhões anualmente na paisagem urbanística, lavando as ruas (literalmente) com água e sabão! 

A Suíça é o segundo país mais próspero do mundo, segundo o IPL e quem por lá vive só pode confirmar a posição. É o país mais satisfeito do mundo com o seu governo gerente. E o seu pior indicador é o da Educação, onde ocupa ainda assim, o lugar 18 com melhor Sistema Educativo e qualidade educativa do globo.

Este é também o lugar certo para quem gosta de um ambiente cosmopolita, com uma variedade cultural de excelência. Outra enorme vantagem do coração alpino, é a sua extraordinaria localização. Situada exatamente no centro da Europa, pode a partir dali, alcançar-se qualquer destino da Europa Ocidental em menos de 3 horas de avião. E no mesmo número de horas atravessa o país de carro.

Espreite o nosso Guia detalhado sobre a vida na Suíça.


3

Bem-vindo ao terceiro país mais próspero do mundo. O bem-estar social dinamarquês é edificado pela alta qualidade de vida e um equilíbrio na equação vida/trabalho que deixa qualquer outro destino corado.

Na Dinamarca,as distâncias vão parecer-lhe curtas. Praias limpas e florestas verdes são a pouco mais de meia hora de carro de distância dos centro urbanos. E seus filhos podem andar livremente pelas divertidas ruas, deliciar-se com os folhados locais, em absoluta segurança, enquanto você explora todas as muitas ofertas culturais e artísticas disponíveis.

Numerosos estudos internacionais colocam os habitantes dinamarqueses no topo dos rankings de felicidade. A capital, Copenhaga, foi por dois anos consecutivos nomeada “a cidade mais habitável do mundo” segundo o Monocle. Esta aparente satisfação com a vida é muitas vezes creditada a factores como a cultura, o lazer e a vida familiar – em oposição a outros como o poder económico e o índice per capita.

Além da educação excelente e gratuita (em belíssimos edifícios, misturando modernidade e história), a Dinamarca oferece ainda cuidados de saúde gratuitos a todos os cidadãos a residir no pais. Mas há, para alem de tudo isto, uma série de bens comuns que faz as delícias das rotinas dos que lá vivem, como são exemplos uma super-via de ciclismo para deslocações rápidas ao ar livre, um amplo e estável sistema de transporte público, infinitas atividades culturais gratuitas, e espacos públicos de lazer seguros e atractivos.

Espreite o nosso Guia detalhado sobre a vida na Dinamarca.

4

 


Longe, muito longe, esta o quarto destino mais próspero do mundo. Os rumores dizem que há lá mais ovelhas que pessoas,  e que a internet apesar de cara é extremamente lenta, mas isso nao retirou o lugar de topo ao pais dos kiwis (no a fruta, que tambem a ha, mas os habitantes neozelandeses, assim denominados).

Desde um estilo de vida relaxado e positivo, salarios convidativos, paisagens gloriosas e chocolate de leite, a Nova Zelandia oferece aos seus habitantes uma das melhores experiencias de vida do mundo.

Quase três quartos dos neozelandeses vivem a cerca de cinco quilômetros da praia. E eles nao sao muitos. A Nova Zelândia é famosa por ser um país pequeno – a  sua população atravesseu apenas recentemente a marca de quatro milhões.

Munida de generosidade e hosputalidade infinitas, os kiwis sao donos de uma extraordinaria repitacao no que respeita as suas gentes. A Nova Zelândia nao tem sistema de classes. Pessoas de todas as esferas da vida acabam no mesmo lugar.


5O próximo lugar da tabela volta a ser frio e a norte, bem a norte da Europa. A peninsula Escandinavia parece oferecer as melhores condicoes de vida aos seus habitantes.

A Suécia é fria e escura mas, logo a seguir, ensolarada e perfeita. O clima extremo não abranda o estilo de vida dos suecos, pelo contrário. É vê-los fora de casa todo o Inverno. Entre cross-country e downhill, esqui, patins em gelo, hóquei de gelo, entre outros desportos, os Invernos na Suécia abundam de actividades para todos os gostos e para todas as idades. Fazer caminhadas, andar de trenó, beber café, e banhar-se em águas geladas esta mesmo entre as experiencias mais comuns para os que vivem na terra dos vikings. Mas o que deixa os suecos mais felizes é que depois de um inverno nada fácil, vem a primavera perfumar e colorir o país de Norte a Sul.

Se procura experimentar um dos sistemas de transporte público mais eco do mundo, vá para a Suécia. Comboios e autocarros estao sempre disponiveis para ir a qualquer lugar, a partir das grandes cidades ate às mais remotas aldeias embrenhadas na neve. Estocolmo foi, em 2010, nomeada a primeiro Capital Verde da Europa. Entre as razões citadas pela União Europeia são bem sucedidos os corte da cidade de 25% nas emissões desde os anos 1990, um grande número de áreas verdes, e a meta ambiciosa da cidade para ser independente de combustíveis fósseis até ao ano de 2050. Em todo o país, o ar é limpo, a natureza é infinita e a água é potavel para nadar e para beber.

 

6

O primeiro destino do continente americano a integrar o top 10 do IPL e o Canadá. Apesar de ser um pais ainda jovem, o pais do maple tem muito por onde se gabar.

O país, ocupa os lugares de topo do ranking global de oportunidades e qualidade de vida. Pessoas amigáveis e cenários intensos, comporta no geral um óptimo lugar para se viver, ou pelo menos visitar.O segundo maior país do mundo, tem muito a oferecer com a sua costa maritima, cordilheiras, pradarias, tundra ártica, lagos imponentes e a lista continua.

E não esquecamos as cidades: da Vancouver cosmopolita, centro de Toronto, à histórica Montreal, ao frances do Quebec, vastos centros urbanos fazem do Canada um destino unico e inesquecivel.

Quando a saude, todo o cidadao – rico ou pobre – tem acesso aos cuidados de saúde de que necessita, graças a um programa de seguro de saúde universal financiado publicamente.

O mundo pode agradecer as mentes criativas dos canadenses pela invencao dos telefones, do basquetebol e da insulina, ja para não mencionar bowling e o pure de batatas instantâneo. No fim de contas, os canadenses sao no geral adorados por todos, talvez seja algo que colocaram na maple syrup, mas qualquer pessoa que visita o Canadá sabe que sua felicidade é contagiante.


7A maioria dos países nesta lista sao frios, e as paisagens sao geralmente cobertas de neve. Mas é provável que seus moradores todos queiram escapar para a Austrália durante férias, onde o reinam o sol, a areia e o surf.

Não é apenas uma maneira estranha de jogar futebol gaélico, ou um sotaque de franzir a sobrancelha. Eles têm um estilo de vida relaxado, com um bom equilíbrio entre vida profissional e o trabalho. Os australianos adoram futebol, especialmente se aconcapnhado de uma cerveja bem fria. São fáceis de fazer amigos e de uma alegria contagiante.

O pais dos cangurus é conhecido por ser um país seguro. A taxa de criminalidade é baixa e é frequente fazer-se caminhadas à noite ou explorar áreas naturais sem grandes receios.

Não é nenhum segredo que fora das cidades, este pode ser um destino selvagem. Com mais cangurus do que pessoas, é justo dizer que há uma abundância de vida selvagem única para qualquer aventureiro viajante desfrutar. Mas não se preocupe: não tem que ir para lá sozinho. Há uma abundância de formas de experimentar a aventura australiana.

A Herança cultural esta entre as razoes para tornar este um destino impar: acredita-se que os povos indígenas da Austrália têm a cultura viva mais antiga do mundo, podendo a sua origem datar ate 60.000 anos. Finalmente, lembre-se que por onde quer que ande, nunca está muito longe do mar.


8Os visitantes experientes sabem que a Holanda está entre os mais interessantes destinos europeus, e agora segue uma nova razão. Oitavo pais mais prospero do mundo, bem no coração da Europa, proximo de tantos outros destinos da mesma lista.

A Holanda é famosa por suas leis progressistas, e em 2001 foi o primeiro país do mundo a legalizar o casamento gay, isto depois de ja ter legalizado as drogas e a prostituição. De uma mentalidade indiscutivelmente aberta e tolerante, o pais laranja e também lugar de moinhos de vento e sapatos de madeira.

Pintado de paisagens deslumbrantes (pense tulipas), deliciosa cozinha (pense Gouda), uma abundância de recreação ao ar livre (pense bicicleta), e uma história rica de arte e cultura (acho que Van Gogh, Vermeer e Rembrandt dizem o suficiente). Estas razões – combinadas com a sua localização central, excelente sistema de ensino superior e ambiente internacional – fazem deste país um destino idílico para os cidadãos que procuram uma verdadeira experiência multicultural.


9Voltamos a subir a terras frias ate outra das potências nórdicas.

A Finlândia oferece excelentes oportunidades no ensino superior em todos os campos de estudo. Este destino nórdico e estado membro da UE situa-se entre Ocidente e Oriente e oferece o melhor de ambas as tradições. A Finlândia é tudo que você esperaria de um bem-estar moderno: por exemplo, ali goza-se de estabilidade política e económica, e de um sistema de educação de primeira classe.

A sua cultura é única, mesmo entre os escandinavos: o modo de vida finlandês combina todas as vantagens de uma sociedade de alta tecnologia com um amor pelas vastas e ricas tradições do país, especialmente no que toca a todo o patrimonio natural, intocado, selvagem e inesquecível.

Na verdade, aventura nao vai faltar. Na finlândia a época de esqui pode durar até seis meses e a qualidade do ar é muito convidativa. Aqui respira-se o melhor ar da europa, na regiao da Laponia, isso mesmo, a cidade do Pai Natal. As saunas, tao populares aqui, sao um atractivo diario, e as opcoes sao mais que muitas (existem cerca de 3 milhoes de saunas distribuidas pelo pais, mais do que uma para cada dois cidadaos).

E se perder a sua carteira num autocarro, relaxe, segundo um estudo efectuado pela Seleccao do Reader’s Digest, a Finlandia ocupa o primeiro lugar em questoes de seguranca e honestidade.

Terra de impressionantes Auroras Boreais (com uma enorme probabilidade de nao perder o espectaculo, uma vez que em algumas regioes estas iluminam os ceus durante cerca de 200 dias por ano), esta é tambem terra-mae do Heavy Metal, para os aficionados da musica.


10

Quem diria que um dos paises que nos ultimos 10 anos so ouvia falar em recessao e crise esta hoje entre os 10 mais prosperos do mundo!

Quando se fala em Irlanda a imagetica transborda de castelos, assombrados, góticos, senhoriais, ou imponentes – os castelos irlandês irradiam a sensação romântica deste belíssimo país.

Mas a Irlanda tambem pode ser selvagem. Experimente as paisagens acidentadas das montanhas escarposas em percursos aventureiros, de coração cheio de verde. Ou entao desfrute da natureza através do surf, caiaque, parapente, escalada, espeleologia, ciclismo de montanha e caminhadas. Caminhar ao longo das verdes colinas da Irlanda e no topo das suas falésias varridas pelo vento pode muito bem ser a experiencia mais marcante da sua vida.

E depois ha a cerveja, a musica, os pubs. Se as grandes cidades têm uma má reputação por serem frias, impessoais e pouco hospitaleiras ou sem coração, saiba que Dublin, a capital do Eire, foge e bem a regra.

A capital está repleta de personalidade e zumbido jovem. Uma metrópole viva com atividades divertidas culturais, museus elegantes, arquitetura urbana bela e animados bares, Dublin oferece algo para todos. O destino constitui ainda um absoluto paraiso para os amantes da mitologia e folklore antigo.

2 thoughts on “Portugal entre os 30 mais prósperos do Mundo

  1. Pingback: Portugueses: Yes, you can! • Emprego Pelo MundoEmprego Pelo Mundo

  2. Portugal só está entre os mais prósperos 30 somente porque existem dezenas e dezenas de países miseráveis por esse mundo fora. Portugal é um país triste onde apesar de ainda ir havendo tecto e comida, há corrupção, pobreza, empregos que são uma lástima como os estágios mal-pagos ou não pagos, um país que a cada ano vê a sua natureza autóctone a ser destruída, um país onde não existe acesso a natureza, desporto, sossego e dignidade caso não se faça parte de famílias tal ou quem não tenha cunhas. Existe um abismo entre a qualidade de vida da Noruega e a qualidade de vida em Portugal. Só está entre os 30 mais prósperos somente porque dezenas dos restantes são um horror, com guerra, miséria e fome. Que desgraça de mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *